Menu fechado

ENCONTRE O SEU PROPÓSITO: CONSTRUA UMA EMPRESA SIGNIFICATIVA,
ADMIRADA E LUCRATIVA

Qual é o seu propósito?

 

O por que você faz o que faz?

 

Mark Twain, escritor e humorista norte-americano, disse certa vez:  Os dois dias mais importantes da sua vida são o dia em que você nasceu e o dia em que descobre o porquê.

Até poucos anos atrás, as pessoas em seus trabalhos pouco se importavam com o impacto que suas atividades tinham na sociedade, contanto que o salário caísse no final do mês ou que o cliente pagasse pelos serviços contratados.

Hoje, desejamos saber mais sobre o que acontece no final da “esteira” e não admitimos, “apenas” apertar o parafuso, como Charlie Chaplin no filme Tempos Modernos.

Apesar de muitas pessoas, ainda, viverem no “piloto automático”, vivendo suas vidas quase que como humanóides (robôs que lembram humanos), é crescente a busca por reconhecimento e satisfação em seus trabalhos.

Para que você não caia nas “armadilhas” da rotina e de trabalhos sem significado, organizei este artigo, nos tópicos abaixo, para te ajudar no entendimento e busca, rumo à uma vida significativa e com forte propósito.

Navegue nos links abaixo:


1. ENTENDA O QUE É PROPÓSITO

Segundo, definição (informal) de propósito, temos:


No pessoal, o propósito está relacionado ao que dá sentido às nossas vidas, fundamentado em nossas crenças e valores.

No profissional, propósito é receber uma dose extra de motivação todos os dias.

É entregar o seu talento com amor e sentir que faz a diferença na vida das outras pessoas.

No ambiente empresarial, propósito nasce do sonho original de sua existência.

É a declaração de como a empresa pretende contribuir com a humanidade.

A clareza do porquê fazer o que fazer deve estar materializada na marca, cultura e atividades de toda a empresa.

Como visto acima, o conceito de propósito pode variar bastante dependendo de seu contexto.

Em sua essência, o significado está em compreender a razão do PORQUÊ fazemos o que fazemos e COMO e O QUÊ podemos fazer, para que tenhamos uma vida plena e com resultados, seja ela no âmbito pessoal e/ou profissional.


2. CÍRCULO DOURADO: COMECE PELO PORQUÊ

Simon Sinek tem um modelo simples, mas poderoso para a busca do PORQUÊ, o que ele chamou de Círculo Dourado.

Em seu livro, Comece pelo PORQUÊ, Simon Sinek sugere iniciar uma apresentação sempre com o PORQUÊ e somente partir para o O QUÊ a fim de exemplificar e reforçar o que se deseja vender.

Seja em um primeiro encontro de casal ou em uma reunião de negócios, a ideia é sempre a mesma.

Vejamos um exemplo que Simon Sinek traz em seu livro: Brad terá um primeiro encontro. Ele acredita ter boas chances de começar um namoro a partir deste relacionamento. Brad se senta à mesa no jantar e começa a falar…

Começando pelo O QUÊ…

“Sou muito rico.

Tenho uma casa grande e dirijo um carrão.

Conheço muita gente famosa.

Estou o tempo todo na TV, o que é ótimo, porque é divertido.

Eu realmente sou um cara de sucesso”.

Vejamos agora uma outra tentativa, mas começando desta vez pelo o PORQUÊ

“Sabe o que eu adoro na minha vida?

Procuro me levantar todo dia para fazer alguma coisa que amo. Tento inspirar pessoas para que elas realizem as coisas que as inspiram. É a coisa mais maravilhosa do mundo. Na verdade, a melhor parte é tentar imaginar todas as maneiras diferentes pelas quais posso fazer isso. É mesmo incrível.

E, acredite ou não, eu realmente consegui ganhar muito dinheiro com isso. Comprei uma casa grande e um carro legal. Conheci muitas pessoas famosas e estou na TV o tempo todo, o que é divertido. Tenho muita sorte de fazer algo de que gosto. Na verdade, consegui ser bastante sucedido por causa disso”.

Apesar deste ser somente um exemplo, me responda com sinceridade:  Quantas vezes você não escutou, representantes de empresas começando o seu processo de venda, exatamente, da mesma forma?

“Somos a melhor empresa do segmento”.

“Nosso produto é muito superior ao de nossos concorrentes”!

“Nossos profissionais possuem as melhores qualificações”.

Enfim, você já deve estar cansado, assim como eu, de escutar este tipo de discurso.

Podemos fazer mais do que isso!

Eu mesmo já trabalhei com atividades que não me davam prazer e que se tornaram uma verdadeira “tortura” ter que ir trabalhar.

Até mesmo na sexta-feira eu já ficava depressivo, só de saber que o final de semana era curto e que logo chegaria a tão temida segunda-feira.

Agora, de verdade, é este tipo de sentimento que alguém pode querer para a sua vida?

Acredito que concordamos que NÃO. Neste caso, te convido a continuar lendo este artigo e buscar aquilo que realmente te dá prazer e significado.

Não estou falando, somente, das viagens, passeios e festas do final de semana. Estou falando de trabalho. Aquela atividade que você faz e que nem vê a hora passar, aquilo que o psicólogo húngaro Mihaly Csikszentmihaly, chamou de estado de Flow. Estado mental este de total envolvimento e imersão da atividade.

“Segundo o Mihaly, para alcançar um estado de Flow é preciso atingir um equilíbrio entre o desafio da tarefa e a habilidade do executante. Caso a tarefa seja bastante fácil ou bastante difícil, o fluxo não pode ocorrer”.

Quer mais exemplos? Veja então o Círculo Dourado aplicado a Apple:

Por quê?

O propósito

“Em tudo o que fazemos, nós acreditamos em desafiar o status quo.Nós acreditamos em pensar de forma diferente.”

–  Apple.

Como?

O processo

“A forma que desafiamos o status quo. É fazer nossos produtos bem projetados, fáceis de usar e interface amigável.”

–  Apple.

O quê?

O resultado

“Acabamos fazendo excelentes computadores. Quer comprar um?”

–  Apple.


3. MAIÊUTICA SOCRÁTICA: AS PERGUNTAS SÃO AS RESPOSTAS

A Maiêutica, em sua origem, foi uma técnica de investigação filosófica, criada pelo filósofo grego Sócrates do séc. V a.c., onde se considera que a “verdade” está dentro de cada ser humano, podendo se aflorar na medida que se responde uma série de perguntas simples, mas com forte poder de investigação e persuasão.

Esta técnica, pode e deve ser utilizada por todos nós, principalmente, quando o assunto é autoconhecimento e busca por propósito. Muito praticada entre professores, psicólogos, coaches, advogados, vendedores e tantos outros profissionais.

Agora pare e responda às seguintes questões:

  1. O que o mundo perderia se você ou a sua empresa deixasse de existir?
  2. Como você pretende deixar a sua marca no mundo antes de partir?
  3. Qual é a ação que você irá tomar, imediatamente, após ler este artigo?

Veja, não se trata somente de buscar respostas. Saber quais perguntas também devem serem feitas, te conduzirá à reflexões que talvez não tenha pensado antes.

Talvez ainda, buscar a ajuda de um Coach que possa acelerar este processo de desenvolvimento pessoal, possa ser uma boa dica, se fizer sentido para você.


4. NÃO BASTA TER CLARO O SEU PROPÓSITO É PRECISO COMUNICAR COM CLAREZA

A tempos atrás eu tive um insight e foi a partir dele que cheguei no slogan da Be2Up:

“Transforme seu negócio começando por você”.

Desde então, tenho lido e estudado sobre desenvolvimento pessoal e gestão de pessoas. Me formei como Business and Executive Coach pelo IBC e planejo evoluir muito, ainda, nesta área do conhecimento.

– Mas PORQUÊ? Você poderia me perguntar.

– Você não é consultor e facilitador na área de Marketing Digital?

Sim, eu sou. Mas a partir de minha experiência como sócio de agência, tendo trabalhado, pessoalmente, com dezenas de empresas, notei que o problema da falta de resultado, nem sempre tem como causa o baixo desempenho no marketing e vendas.

Sim, este também é um problema na maioria dos casos, mas a grande questão é que a causa raiz do problema se inicia bem antes desta etapa.

Imagine agora um empresário, diretor ou gerente, que não sabe para onde ir ou pior, sente-se desmotivado com suas atividades rotineiras. Como ficará a gestão das pessoas que estes a lideram?

Se um líder, ainda, não consegue explicar com clareza qual o PORQUÊ da existência da empresa, como será possível fazer os colaboradores trabalharem por algo que vá além de receber um salário no final do mês? Por qual motivo eles não deveriam sair e ir para o concorrente, a fim de ganhar um pouco a mais do que já ganham?

Não é incomum você encontrar funcionários de uma empresa tratando mal seus clientes, forjando atestado médico para não irem trabalhar ou aparecer na segunda-feira com a mesma cara de alguém que vai a um velório.

Seja você um líder ou não, ter a clareza de qual é o seu grande propósito ou o motivo de fazer o que você faz, o ajudará a lutar por algo maior e te dará uma dose de motivação EXTRA, todos os dias.


Veja neste trecho do filme Coração Valente, como o discurso de William Wallace, interpretado por Mel Gibson, é carregado de clareza e objetividade do  PORQUÊ lutar, mesmo que possivelmente o resulte em suas mortes, já que o exército Inglês era muito superior, em número e técnica, ao Escocês.


5. ENTRE PROPÓSITO E RESULTADO FIQUE COM OS DOIS

Me diga, quem disse para você que para ter resultado financeiro você precisará trabalhar com algo que não te traz satisfação pessoal, qualidade de vida e que não esteja conectado a um sentimento maior de entrega e de contribuição à sociedade?

O que acontece nas empresas, hoje, é um conflito entre as gerações Baby Boomers, X, Y e Z, pois cada uma delas tem a sua perspectiva sobre como deve ser levada a vida.

Enquanto, a geração X é caracterizada por pessoas que ousam pouco em seus trabalhos, a geração Y não valoriza muito a hierarquia e acredita que o trabalho em conjunto é o verdadeiro caminho para o sucesso.

Já na geração Z, encontramos pessoas multitarefas que possuem uma visão mais macro sobre o mercado e que são ansiosas e, dificilmente, terão a sua aposentadoria na mesma empresa que tiveram o seu primeiro trabalho, a não ser que retornem após 30 anos, tendo acumulado a experiência em diversas outras. 😛

Empreendedores, líderes e gestores, precisam ficar atentos a estes novos comportamentos sociais, já que interferem diretamente nos resultados de suas empresas.

A dica que dou aqui é: encontre o seu propósito. Se você tiver uma empresa ou estiver pensando em montar uma, se pergunte, quais foram as razões iniciais que o fizeram construí-la?

Só não vale responder: Ficar Rico!

Sim, esta também pode ser uma intenção genuína ao montar um negócio, afinal, quem não deseja ter uma vida mais confortável, com possibilidades melhores de educação e saúde, já que o sistema público não atende a estas necessidades, como realmente deveria?

Mas acredite, esta intenção não irá criar conexão com seus colaboradores, parceiros e clientes.

A sua causa precisa ser nobre e se assim o fizer, tenho certeza que será reconhecido por ajudar e atender, genuinamente, o seu público.

No que diz respeito ao Marketing, estamos vivendo uma Nova Era, ainda no início, mas que se intensificará cada dia mais. O consumidor tem estado cada vez mais consciente e orientado a valores humanos positivos.

Veja a exemplo os Vegetarianos e Veganos, onde estes abdicam de uma cultura enraizada que diz ser “normal” se alimentarem ou utilizarem produtos de origem ou exploração animal e passam a buscarem alternativas de alimentação, vestuário e/ou entretenimento em prol de uma causa.

Não pretendo, neste artigo, fazer nenhum juízo de valores com relação a este estilo de vida. Mas a título de exemplo e por eu também ser adepto ao vegetarianos, muitas empresas também passaram a levantar esta bandeira, o que também deve ser um ponto de atenção para todas as demais marcas.

Além desta causa, poderia citar outro exemplo, como a da exploração de trabalho escravo e/ou infantil.

Quem não ficou sabendo do escândalo da marca Zara, onde profissionais turcos de um fornecedor contratado, fizeram denúncias por meio das etiquetas e que se dizia: “Eu fiz este item que você está prestes a comprar, mas eu não fui pago por isso”?  

Philip Kotler, considerado por muitos o pai do marketing, em seu livro Marketing 3.0, explica a transição do marketing que estamos passando em Eras. Vejamos:

Marketing 1.0 – A Era dos produtos

Nesta Era, o cliente deveria se adaptar ao produto e não o contrário. A frase de Henry Ford, talvez, seja o melhor exemplo deste período. “O cliente pode ter o carro da cor que quiser, contanto que seja preto”

Marketing 2.0 – A Era dos consumidores

Com a criação da internet, o acesso à informação deu “poder” ao consumidor, como nunca antes visto. As marcas passaram a ouvir seus clientes e a criarem uma ampla variedade de produtos e serviços, com o objetivo de atendê-los adequadamente e como o esperado.

Se uma frase pudesse marcar um período, esta Era seria reconhecida como: “o cliente sempre tem razão”.

Marketing 3.0 – A Era dos valores

Nesta Era, considere tudo o que você leu neste artigo.

As marcas devem estar centradas no ser humano, onde os produtos, serviços e culturas empresariais devem adotar e refletir valores positivos e humanos para serem bem sucedidas.

Sem isso, corremos o risco de criarmos marcas “vazias”, que não conseguirão criar conexão com seu público e que sofrerão as consequências de não saberem lidar com a falta de propósito e o real motivo do PORQUÊ existem, o que impacta na desmotivação de equipes, o não fomento à inovação, qualidade dos produtos e serviços e, consequentemente, nos resultados financeiros.


6. INSPIRE-SE NA BUSCA DO SEU PROPÓSITO

E para finalizar este artigo, fique com algumas frases famosas de pessoas que captaram a essência do que é o propósito.

O sentido da vida é encontrar o seu dom. O propósito da vida é compartilhá-lo”. – Picasso

“Os dois dias mais importantes da sua vida são o dia em que você nasceu e o dia em que descobre o porquê”. – Mark Twain

“Não há caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.” – Buda

“Se você quer transformar o mundo, experimente primeiro promover o seu aperfeiçoamento pessoal e realizar inovações no seu próprio interior.”- Dalai Lama

Referências:

http://troianobranding.com/troiano-educar/proposito-uma-revolucao-na-gestao-de-empresas-e-marcas/

https://www.ted.com/talks/simon_sinek_how_great_leaders_inspire_action?language=pt-br

https://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%A9todo_socr%C3%A1tico

https://www.jrmcoaching.com.br/blog/o-que-e-o-estado-de-flow/

https://www.jrmcoaching.com.br/blog/a-principal-diferenca-entre-as-geracoes-x-y-e-z/

Compartilhe nas redes sociais!
Facebook
Instagram
Twitter
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *